17/02/2018

Grell e sua transexualidade, como tratá-lo(a)?


Oi lá pessoinhas do meu core! Hari está aqui novamente e veio pra ficar! Lembram que eu disse que tava com uma ideia de post meio polêmico por causa do layout novo? Aqui está, é um assunto que me incomoda muito, visto que a fandom de Kuroshitsuji é extremamente tóxica e composta por menininhas de 12-15 anos -falo da idade mental, não física-, já deu pra ver a criancisse que rodeia Kuroshitsuji, certo? Pois é, uma coisa que era pra ser óbvia é cheio de polêmica graças aos próprios fãs da obra -inclusive quem cria, vale dizer que a Yana não é inocente-, então vamos ao post!


Grell Sutcliff, se pesquisarmos esse nome no Google, podemos ver uma personagem bem excêntrica, se fuçar um pouco não é incomum encontrarmos Grell com vestidos, laços e afins. A questão principal aqui é: Grell é um gay afeminado ou uma mulher trans hétero? Eu pessoalmente tratava no masculino porque era o que eu via nas legendas do anime, sabe? Mas eu tinha 15 ou 16 anos, o que eu podia dizer sobre isso? Grell é aquela personagem que deixa dúvidas, claramente com qualidades femininas, mas está escrito homem ali, então você só segue o que tá escrito.

Faz um bom tempinho que começaram a especular que Grell na verdade seria uma mulher trans -depois eu explico bem o porquê- e a Yana Toboso desmentiu tudo, disse que Grell era simplesmente um "gay afeminado" ou "okama" e decepcionou quem é mais ativista nessa causa. Mas sério isso? Eu me revoltei quando me mandaram links de posts pessoais da Yana que diziam isso, nem mesmo gosto de quem usa a expressão "okama", Yana desceu muito no meu conceito e não está isenta de ser transfóbica. Agora vamos parar de analisar externamente? Por que não olhar o que interessa? Dentro da obra, como Grell se identifica?

Agora sim, tudo mais fácil, tendo em consideração que transexualidade nada tem a ver com expressão do gênero -traduzindo, as roupas-, Grell é claramente uma mulher, mesmo que todo mundo se refira à personagem como homem, isso não tem peso nenhum -e demorei pra entender isso- o que tem peso de verdade é como Grell se identifica, em várias partes da obra Grell se refere como do sexo feminino, isso é o que vale. Mesmo que seja tudo uma grande piada, não desqualifica que Grell gosta de ser tratada com pronomes femininos, se fosse o contrário, por que usaria?

Além disso temos o "Grelle's Confessional", gente, vocês querem mais explícito que isso? Nem precisa ir muito longe, a própria Grell fala "The thing I want to do most is have a sex change" SEX. CHANGE. Ao pé da letra, "mudança de sexo". Está explicitado nesse confessionário que Grell -ou Grelle, Lady Grelle- é uma mulher trans e que almeja uma transição male to female. E vale dizer que esse confessionário foi feito pela própria Yana Toboso, a mesma que o chamou de okama nos posts do blog pessoal. Além de tudo isso, no mangá Grell manifestou tristeza por não ser capaz de dar à luz.
Mas o que fazer quando a autora confirma os dois casos? Bem... Aqui no Brasil usar a expressão "gay afeminado" não é ofensivo, mas okama... Okama é muito ofensivo mesmo. É como se fosse o nosso "traveco", a prova disso é que se pesquisar essa palavra no google imagens, você vai ver personagens satirizados e usados de piada, pelo menos na grande maioria dos resultados, mais ou menos o que as drag queens humoristas representam. Sinceramente? Eu me recuso. Grell já é feita de piada na obra inteira, pessoalmente -pessoalmente, eu, Hari- admitir que Grell é homem representa pra mim admitir essa palavra extremamente transfóbica que é usada nas vezes quando se referem a Grell no masculino.

Existem três possibilidades que possam ter acontecido para termos essas confirmações diferentes da autora: 1. Grell é não binário e tanto faz usar um gênero ou outro, o que pode se confirmar pelo OVA do Ciel in Wonderland, em que Grell diz que está preso em uma existência que não sabe se é homem ou mulher, mas... Eu sinceramente não sei se Grell estava falando do personagem que estava interpretando e também não sei se tem dedo da autora nesse OVA, não consigo dizer isso com clareza por não lembrar se essa cena aparece no mangá. Porém não descarto essa possibilidade, eu até gosto dela.

2. Pode ser que os posts que Yana chama Grell de okama sejam antigos e que agora ela está com a cabeça mais aberta pra admitir que Grell é uma mulher. É a possibilidade mais conto de fadas e é a que eu mais quero que seja verdade porque é muito bom ver as pessoas mudando de opinião e tals. 3. Yana está com medo do que os fãs de Kuroshitsuji vão pensar se revelar o verdadeiro gênero de Grell, assim ela deixa equilibrado os dois tratamentos pra não criar confusão e decepções. Essa possibilidade é a que eu mais acredito que seja verdade, pois existem muitas dessas polêmicas com autores de mangás, então...

Completando o post, eu tento usar o máximo um gênero mais neutro, mas quando não dá, uso o feminino porque acho o mais correto a partir do que eu penso. Se a possibilidade 1 ou 3 forem corretas, tanto faz um ou outro tratamento, mas se a 2 for a certa, o tratamento no feminino é obrigação. Entendem o que quero dizer? O masculino está certo em dois pontos de vista e o feminino está certo nos três, então na dúvida é melhor usar o feminino, não é mesmo? 

8 comentários:

  1. Oooi Hari! Ai, meu deus dos céus, olha esse layout! Menineeee, arrasou demais! Eu sempre AMEI o(a) Grell (ai, agora eu tô bem confundida hahahaha), e esse layout fez jus à personagem maravilhosa. Eu queria falar bastante sobre ele, mas fui obrigada a comentar bem rapidinho pois estou super na correria T^T

    Bem, sobre o post em si: eu também vi recentemente isso de o(a) Grell ser, na verdade, trans; mas, eu acredito e gosto da possibilidade de ele(a) ser não-binárie, porém mais identificado com o feminino (pois realmente há pessoas com essa identificação). Então, agora opto por utilizar o mínimo de pronomes possível e, quando o faço, usar ambos os pronomes para não haver problema. Mas realmente, fiquei chocada e emputecida com a Yana por ter negado a questão trans, poxa, seria tão maravilhoso se ela se mostrasse apoiante da causa. E ainda ofendeu a personagem que já é feita de chacota, então né. Só close errado dessas autoras, já não basta a J. K. Rowling -_-

    Porém, concordo com você sobre as possibilidades - acho sim que a Yana quis deixar meio "em aberto" para tentar agradar a gregos e troianos, mas ainda assim achei um close errado, principalmente ela ter utilizado a palavra "okama". E também espero que isso seja antigo e ela tenha mudado seus pensamentos, afinal, todos somos humanos e erramos, e podemos aprender com nossos erros e melhorarmos dia a dia. Mas, como é uma obra de ficção, eu prefiro acreditar que Grell é não-binárie e pronto xD

    Beijoss ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi Helo!! Saudades de ti, nossa! Demorou pra fazer esse lay, sério... Desde outubro eu tô tentando -qq

      Sim, entendo o que quer dizer, como se fosse uma demigirl, que é não binário, mas inclinado pro lado feminino... Eu não duvido, combina com Grell, curti. Eu tento equilibrar, mas quando não dá, taco o feminino sem hesitar, vou militar meeeixmo. A J.K. Rowling? Socorro, vou até pesquisar porque não sabia desse close errado que ela havia dado, oloko

      Sim, essa justificativa que eu dei não abafa o close errado que ela deu, é o que temos pra hoje! Realmente espero que ela tenha mudado d opinião e agora fique tudo bem, né... Precisamos evoluir e acredito -ainda que seja improvável- que ela tenha mudado. Mas claro, os fãs fazem suas teorias e escolhem o melhor a se referir a Grell

      Excluir
  2. Oi Hari!
    Minha nossa que layout mais lindo, eu amo a Grell, é minha personagem favorita desde que conheci kuroshitsuji, mas confesso que também a tratava como homem pelas legendas. Mas cara, eu tinha tipo uns 10 anos quando fazia isso então minha cabeça ainda era bem fechada pra comunidade LGBT+ e não entendia muito bem o que era a transexualidade em si. Bem, eu fico tipo muito feliz que tu tenha feito esse post pra explicar sobre as possibilidades de transexualidade da personagem porque eu hoje em dia trato como neutro (porque eu trato todo ser vivo como neutro, eu não sou muito do tipo que usa pronomes) ou como mulher (mesmo não tendo lido o mangá) e tipo, muitas amigas minhas a tratam como homem, e eu sinto quase como se eu estivesse sendo corrigida por elas sabe? Mesmo que a coisa esteja óbvia ainda tem pessoas que parecem negar isso. Mas enfim, essa postagem é de utilidade publica e agora vou ficar por aqui, enamorada por esse layout maravilhosa!
    Beijo o/
    https://coffeewithbread.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tratava Grell no masculino por causa das legendas, afinal é a única coisa que nos agarramos, certo? Eu também não sabia sobre transexualidade quando comecei a ver kuroshitsuji, então acho que é mais que normal que muitas pessoas tratem a personagem no masculino por ignorância ou conveniência
      Eu queria muito tratar a todos no neutro, mas a língua portuguesa não me permite isso em todas as situações, preciso aprender a se referir a todos de um modo que seja neutro. Fico muito feliz que tenha gostado post e do layout em si, é muito especial pra mim!

      P.S.: A url do seu blog está errada, está faltando um d depois do bread, mas consegui achá-lo <3

      Excluir
  3. Hey! Como vai?
    Cheguei no blog agora e preciso dizer que adorei o layout. <3

    Admito que nunca consegui passar do episódio 4 ou 5 de Kuroshitsuji, e só conheço o(a) Grell porque muitas das minhas amigas são apaixonadas pelo anime. Mas se eu conhecesse uma pessoa como ele(a), que já expressou nitidamente o desejo de ser tratado por pronomes femininos e também de fazer uma mudança de sexo, certamente levaria isso em conta. Como eu disse, não conheço muito a obra ou o personagem, mas acredito que você esteja certa e ele seja trans ou não-binário.

    E eu PRECISO dizer aqui o quão idiota foi a atitude da autora dksjdk É compreensível que ela não milite sobre o tema no anime, porque sabemos bem como funcionam as coisas no Japão, mas achei horrível o fato dela ter deixado as coisas tão explícitas na obra e negado quando questionada. Recentemente a autora de Harry Potter fez quase a mesma coisa, mas ao contrário: ela afirmou na conta pessoal do Twitter que x personagens eram gay e negra, respectivamente, mas não deu ênfase alguma a esses fatos na obra. ~revoltada

    Enfim, desculpa pelo comentário-desabafo, e parabéns pela postagem. Ficou ótima <3

    All the love, E.
    bouleverser

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi, fico feliz que conheça o bloguinho ♡
      Não tem problema que não conheça o anime, eu nem sei se indicaria para você, Kuroshitsuji é muito bom, mas tem um público-alvo muito claro, por isso é fácil para muitas pessoas não se apegarem à obra.

      SIM, odiei isso que a autora fez e realmente espero que seja algo antigo porque se for novo vai ser pura decepção... No Japão eles possuem até uma grande aceitação LGBT+, não entendo qual era o medo, mas tudo bem... NOSSA, AGRADEÇO DE PÉ VOCÊ TER ESCLARECIDO ISSO DA JK ROWLING, eu não tinha achado nada quando pesquisei, talvez agora sabendo do que se trata eu ache mais coisas... Realmente é uma merda não ter exaltado isso dentro da obra, se não era pra representar, por que falou, então? Ridículo...

      Tudo bem, adoro esses desabafos <3 Fico muito feliz que tenha gostado da postagem

      Excluir
  4. YOOOO HARI O/

    1- QUE LAY LINDO MARAVILHOSO CHEIO DE BRILHO GÓTICO É ESSE!? A D R E I VER MINHA DIVA ESCARLATE NESSE LAY <3333 Aliás, que SANTA DÚVIDA QUE EU TENHO NA HORA DE FALAR SOBRE GRELL! Eu costumo chamar de "diva escarlate", como forma de descontração, mas na hora de falar sério nunca sei se uso "ele" ou "ela", mas confesso que pendo a chamar por "ela", pois há cenas em que "o" Grell retrata a si mesma como uma dama... Então uso pronomes femininos mesmo. Mas por um bom tempo pensei que a personagem fosse um homem gay purpurinado, mas depois de ver cenas da grell se colocando como uma dama, comecei a imaginar se não poderia ser outra coisa, mas como a mangaká nunca tinha falado nada eu pensei que fosse "coisa da minha cabeça" :v

    Aliás, nem sabia dessa tretinha envolvendo a Yana, poxa eu adoro ela fiquei bolada com a mancada =/ Acho que a ideia inicial dela seria mesmo colocar a Grell como um personagem gay purpurinado, mas depois de ver a reação dos fãs acredito que ela tenha dado pra trás e quem sabe até repensado e mudado de opinião sobre a própria personagem e a questão de transsexualidade.

    Enfim, essa história de fandom é complicado, pois no fim das contas o autor tem que fazer um jogo de cintura dos poderosos pra agradar geral, se ele afirma tal coisa vem gente meter paulada se ele afirma outra vem também gente meter a paulada, por um lado é uma situação complicada. Mas obviamente isso não invalida a mancada dela, aliás, o problema maior nem está na forma como a grell é representada (até porque amo a personagem com todas as minhas forças do jeitinho que é), tipo pra mim tanto faz ela ser trans, ou um homem gay purpurinado, ou qualquer outra coisa, o tenso mesmo foi a visão que a Yana tinha da própria personagem.

    Mas acho que deixar de afirmar sobre a Grell por medo de emputecer o povo tá fazendo ela perder uma oportunidade de ouro. Primeiro: Porque geral já tá emputecido mesmo, e segundo porque ela poderia usar isso pra dar um puta background na personagem, ela poderia colocar o fato da Grell se ver como mulher um ponto chave no passado... Pois, se lembra que os shinigamis são humanos que tiraram a própria vida!? Então, ela poderia trabalhar isso na grell como ela se sentiu pressionada pelo padrão de sociedade da época, pela maneira como a família queria que "ele" se comportasse, a maneira como se sentiu aprisionada e como resolveu dar fim a vida devido a isso. Fazer uma abordagem bem psicológica e social sobre esse assunto. Ela poderia fazer um puta paralelo com os preconceitos de hoje e como eles levam a pessoa a tomar medidas drásticas... Acho que ela iria brilhar lindamente com algo do tipo.

    Bem, mas vou ficando por aqui.

    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU AMO A GRELL COM TODAS AS MINHAS FORÇAS AAAA dona do meu coração e da minha vida <3
      Sim, comigo foi o mesmo, comecei a desconfiar muito quando notei que Grell defendia fervorosamente o fato de ser "uma dama", passei muito tempo pensando que era zoeira, mas sempre tive uma certa hesitação quanto a isso, sabe?

      IMAGINA EU! Eu que sempre defendi Kuro com unhas e dentes e sempre exaltei a Yana por qualquer coisinha simples, soube disso e fiquei decepcionada de verdade, até raiva eu senti, foi muita mancada isso... Sobre a intenção dela, realmente nem sei o que pensar, eu queria muito acreditar que Grell foi feita pra ser trans

      Pra mim meio que importa sobre o gênero de Grell, até porque no mundo dos animes, a gente fala de transexualidade e só vem Grell na cabeça, sério! Quer provas? Então tenta se lembrar de um personagem trans nesse mundo de otaco fedido, se lembrou, certeza que é um anime super flop que ninguém dá bola. Mas kuroshitsuji... Kuroshitsuji é famoso, mesmo que com um público em específico, ter um personagem transexual seria muito bom, sabe? É mais ou menos isso, é importante a representatividade. Mas eu nem me importaria se fosse apenas gay, mas nossa... Okama partiu meu core...

      CARALHO, ESSE ÚLTIMO PARÁGRAFO! YANA, POR FAVOR, CONTRATA A HINATA PRA SER A NOVA ROTEIRISTA DO MANGÁ, PUTA QUE PARIU! É exatamente isso, nossa... Com a personagem transexual dava pra explorar muita coisa e fazer muitos feels sem perder a essência dramática, teatralmente falando, que Grell possui. SEM FALAR NA PUTA REPERCUSSÃO QUE DARIA ISSO, O FANDOM IRIA A LOUCURA E TALVEZ ATÉ O POVO QUE NÃO CONHECE O MANGÁ SE INTERESSARIA AAAAAA POR FAVOR, YANA, NUNCA TE PEDI NADA

      Parei de surtar -q
      Beijinhos shuashu

      Excluir

Vai comentar? Leia as regrinhas:

~ Pode abusar dos palavrões o quanto quiserem, mas ofensas serão excluídas. Caso queiram criticar, críticas construtivas por favor;
~ "Seguindo, segue de volta?" Sim, mas fale um pouco do post também;
~ Pedidos? Fiquem a vontade;
~ Lemos a todos os comentários e sempre os respondemos;
~ No fim do comentário deixe o link de seu blog, se gostarmos, seguimos com prazer .

Pode comentar agora!