04/09/2017

Livro: O reino das vozes que não se calam

Olá povos da zuêra! Não morri (embora quisesse), nesses últimos dias eu estava muito entediada e queria alguma coisa interessante pra ler rápido, de preferência BR. Aí fui perguntar para o maior conhecedor de livros de toda a blogosfera (psiu, não exagera, Shanii): Richard. Falando com ele, descrevi como seria um livro bão (isso porque não li muitos livros), mas ele falou que um livro com dragões geralmente são longos aí descartei a ideia, quando deixei escapar um "Será que tem um Alice no País das Maravilhas versão BR?" aí ele me indicou esse. Então vamos mergulhar nesse mundo novo e novas aventuras (narrador da Sessão da Tarde).

Sinopse
Sophie é a protagonista da vez, ruiva, esquelética e que não condiz nada com a capa do livro. Ela tem uma amiga popular e gatíssima que quer que Sophie seja extrovertida, então a obriga a conversar com seus amigos populares. Essa amiga da protagonista faz uma merda do caralho, elas brigam e nossa protagonista vai parar num mundo "criado por ela" em um sonho e tals. A partir daqui eu não posso falar muita coisa porque vai ser spoiler, basicamente o livro parece mesmo um País das Maravilhas BR, mas tem outras coisas na escola que são exploradas no livro, até rola um romance também.

Aspectos Visuais + Leitura
A estética do livro é muito bonitinha, fontes usadas na capa e as cores bem distribuídas são legais, no começo de cada capítulo tem umas ondinhas bonitas e a primeira letra maior que as outras. A capa não me agradou muito, mesmo sendo bonita, a arte não é muito fiel, isso porque a protagonista é ruiva natural -logo, o cabelo não é tão vermelho quanto na capa- e porque ela é magra esquelética, falo sério, magérrima meixmo. Por que isso importa? Bom, primeiro eu acho que não deveriam ter pessoas na capa de livros, tira a imaginação dos leitores, segundo e mais importante tópico: Por que diabos a protagonista reclamaria da vida se ela fosse tão bonita quanto na capa? Não faz sentido! Mas whatever, pouco importa a capa, não é?

O livro tem um vocabulário típico de infanto-juvenil, parecida com Percy Jackson, sabe? Bem simples em uma narrativa que dá umas referências e leves piadas, acho que é o estilo de escrita favorito do Richard porque ele só lê livro assim, mano. Eu também gosto dessa escrita, não é cansativa e é fácil de entender. Diferente daquelas narrativas a la Machado de Assis que temos que andar com um dicionário do lado, nossa... Não sei vocês, eu detesto. Por isso eu gostei bastante da escrita, graças a isso eu pude ler o livro muito rápido.

Opinião Geral
No início, o protagonista era daquelas que nem fede nem cheira, ela não é tão legal e nem tão chata. Ela é dramática e insegura demais, ok... Perfeitamente normal se contar que ela não se sentia bem na escola e nem com os amigos, principalmente porque ela brigou com a melhor amiga dela e tals... Mas aí chega uma parte do livro que eu já não suportei mais, ela chegou num ponto de evitar tudo e todos sem nenhum motivo aparente. "Ain Shanii, mas não é assim, ela sofre" Claro, ela Sophrie (bah dum tsss), mas ela é grosseira até com pessoas que se importam com ela, como os pais dela e com alguns seres humanos no colégio dela. SIM! Tem pessoas legais no colégio dela, mas ela é tão sonsa que fica julgando todos como monstros que só pensam no externo e tals.

Ela é muito sonsa e dramática "Ain, minha melhor amiga me traiu, ain" "ain, não vou alar com esse cara lindo que curte tudo que curto porque ele vai me odiar, ain" "ain, o boy completou a música que eu tava cantando e eu fugi com medo, ain" "Ain, minha vida é um lixo e eu só posso achar felicidade no mundo mágico lá, ain" Sério, a gota d'água foi ela fugindo do boy, um boy lindo e maravilhoso, diga-se de passagem, que curte tudo o que ela curte e tudo mais. Até aí, eu até tava tentando entender o lado dela, mas fugir do carinha foi tão tosco e infantil... Mano, mesmo se o carinha fosse um cuzão, o que custava ela falar com ele? Pô, o cara é novato, não sabe das merdas que ela fez. Provavelmente ele nem sabe que ela é a garota zuada Seria um ótima oportunidade pra se mostrar uma pessoa legal. Mas nãããããão...

Aí vocês argumentam: ela tem transtorno mental e eu digo "não". Ela realmente pode ter algum transtorno e isso justifica o "drama" e a grosseria, mas concordam comigo que seria muito mais interessante se deixassem isso explícito na obra? Aí eles poderiam dizer qual é o transtorno e trabalhar nisso, explicando mais o sofrimento da protagonista a partir do transtorno. [spoiler]E isso precisaria ser explícito no começo, até porque o psicólogo disse que ela tinha um transtorno, mas quem me garante que ele disse isso só por causa dos sonhos?[/spoiler] Além do mais, eu já tinha pegado raiva dela, não adiantava consertar depois que a merda tá feita.

Tirando a protagonista e essa questão sobre o spoiler acima, o livro é bom, embora seja beeem clichê. A protagonista fica sonhando com esse reino que é maravilhoso e lindo. Sim, é lindo. O reino é bem colorido e as cores são vibrantes, como no País das Maravilhas mesmo, sabe? Até as pessoas são super estilosas, com cartolinha e tudo, a coisa mais fofa! Mas o que é bom pode ficar ruim, a protagonista tem que fazer um caminho certo pra não foder o reino. É por isso que o livro fica bom.

O Richard disse que tem continuação, mas não sei se vou ver a continuação porque tô um pouco preguiçosa esses dias... Mas se eu ler, vou fazer uma resenha como esta. Por hoje, é só! Tchau, tchau, crianças!

2 comentários:

  1. Nossa, tudo bem n ser extrovertida e ser fria com as pessoas, agora fugir do boy e ser fria com os pais ja é exagero, q tipo de pessoa é essa?~ olhemos pelo lado bom,é uma historia.~ Eu, sinceramente falando~ e rapidamente mudando de assunto~ sou muito fã de vcs, vcs estao no 2*lugar da minha lista de favoritos, ~ em 1* esta HxH, o Hisoka para ser mais precisa.~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO É ISSO? FOI RI-DI-CU-LO
      HxH em primeiro, claro shuashua

      Excluir

Vai comentar? Leia as regrinhas:

~ Pode abusar dos palavrões o quanto quiserem, mas ofensas serão excluídas. Caso queiram criticar, críticas construtivas por favor;
~ "Seguindo, segue de volta?" Sim, mas fale um pouco do post também;
~ Pedidos? Fiquem a vontade;
~ Lemos a todos os comentários e sempre os respondemos;
~ No fim do comentário deixe o link de seu blog, se gostarmos, seguimos com prazer .

Pode comentar agora!