RPGs Maker que já zerei, parte II

11/10/2015 || || ||
Oi oi gente! Como é que vai a vida de vocês? A minha faculdade está sussa por enquanto, porém não devo descansar porque as provas já estão chegando no próximo mês. Pra não perder o costume, vim trazer a continuação dessa lista que fiz faz um tempinho, provavelmente eu ainda vou fazer uma terceira parte. Vocês não tem noção de quanto eu jogo RPG Maker. A maioria aqui está em inglês, pois não são tão famosos quanto os jogos da primeira parte, mas espero que curtam o post. Não se preocupem, não há spoilers. 

The Witch's House 
O jogador desempenha o papel da pequena Viola, uma menina que se perde na floresta e vê uma casa misteriosa. Ela descobre que é o lar de uma bruxa que está necessitando de um corpo. Adivinha? Exatamente isso que você pensa. Quanto mais Viola tenta fugir da casa, mais seu cenário muda e ela fica mais próxima da morte, tendo de resolver enigmas e realizar várias ações na tentativa de escapar com vida.

Não jogue isto à noite sozinho se não quiser infartar -sim, joguei sozinha de noite porque é o único tempo que tenho e infartei-. Mas enfim, o jogo é bem assustador e um tanto complexo. Você morre por tudo, puta que pariu, aí quando você vê: "Olha que ar legal, seria uma pena se eu morresse!" Não tem muitos personagens, aliás não tem quase nenhum, só a Viola e a bruxa mesmo, apenas isso e um gato que só serve pra salvar. O gráfico não tem nada demais, é normal, porém agradável. O final -verdadeiro, óbvio- é o grande forte do game, completamente imprevisível, sério, uma reviravolta tremenda que nem uma louca como eu imaginaria. Antes de clicar na descrição da imagem pra baixar, primeiro baixo o RPG Maker VX RTP, porque precisa pra rodar o game. O download inicia automaticamente, é só clicar.
D o w n l o a d
Creepypasta Land
É um jogo INDIE 2D feito por um brasileiro, porém está em inglês. O game consiste basicamente em uma mistura de várias creepypastas famosas diferentes, que fazem parte da história ou estão escondidas em forma de Easter Eggs.

Um jogo que, pelo menos pra mim, foi total perca de tempo. Eu tinha amigos apoiando para eu jogar isso e amo RPG Maker então nem fiz birra. Eles disseram pra não ter grandes expectativas pro jogo, mas ainda assim consegui me decepcionar. O gráfico é pior do que tudo que você já jogou na vida, não assusta e não tem história. O que é uma pena, pois, pela sinopse, parece até ser legal, além do desenvolvedor ser brasileiro. Sim! É um jogo BR, porém é todo em inglês pois é a língua mais falada do mundo, sério... Melhor "ingrêis" que já vi na minha vida... Por algum motivo, o desenvolvedor achou interessante colocar card nada a ver que não influenciam em nada na história e colocar tilhas sonoras super fora de lugar, sem falar que, se você joga muito, você conhece todas as trilhas sonoras do jogo sem precisar jogá-lo porque nenhuma é original. Vai ter o 2, mas não estou a fim de perder meu tempo de novo porque sou V1D4 L0K4
D o w n l o a d
Corpse Party 
A história passa-se em Heavenly Host, uma escola primária que foi demolida após os assassínios e desaparecimentos de diversos alunos e funcionários. Uma noite, um grupo de estudantes da Academia Kisaragi, que mais tarde fora construída no mesmo local onde Heavenly Host existira, reúne-se para se despedir de uma colega que iria ser transferida no dia seguinte. Subitamente, um terramoto transporta-os para uma dimensão alternativa onde Heavenly Host ainda existe e na qual residem os espíritos das crianças assassinadas.

Muito lindo esse jogo <3 Se eu não me engano tem até anime disso, mas infelizmente eu não assisti ainda, tô desde o ano passado querendo ver. Muito diálogo, muito mesmo, teve tanto diálogo nesse negócio que eu fiquei até com uma coisa ruim. Muito sangue, muito gore, muita coisa líquida e vermelha -q Tem muitos personagens e eu fiquei um pouco perdida com as salas no começo também. Mesmo assim não achei que deu muito susto, foi mais pelo mistério mesmo. Os gráficos são uma bosta, mas tem muitas imagens prontas então foi um jogo super bem-feito. Dependendo da versão tem até vozes e tals... O final foi meio bosta, pelo menos pra mim, mas também né, eu zerei só oito de 36 finais, sim, 36 FUCKING FINAIS! Então né, pode ser que o final seja mais legal do que os que eu zerei porque tem 36 funcking finais parei. Agora assim, eu só vou colocar o link principal aí, deu trabalho de baixar, mas se darem uma pesquisada vão baixar também, vale a pena. 
D o w n l o a d
Yume Nikki
Madotsuki, é uma pessoa anti-social que só vive no quarto e joga video-games que, através de vários objetos e coisas relacionadas ao seu quarto, é levada a uma passagem com 12 portas, que conduzem mundos diferentes e interligados onde se conhece personagens perturbadoras e itens estranhos. O objetivo do jogo é coletar todos os 24 efeitos que estão espalhados pelos diversos mundos nos sonhos da Madotsuki.

Esse jogo me lembrou um pouco Ib pelo gráfico, porém a diferença gritante é que não possui uma música de fundo, isso me tirou muito o entusiasmo, não estou dizendo que não tem sons, apenas não tem músicas. Também não tem diálogos ao longo do game e isso também me deixou desanimada, mas a história e o desenrolar até que não são ruins, eu demorei um pouquinho mais que o habitual e o final é até bom. Não é um jogo que levarei pra sempre na minha memória, mas é um bom jogo pra passar o tempo, há muitas teorias sobre o jogo então é bem abstrato mesmo, muita gente faz teorias desse jogo, sem falar que a mobilidade é 10/10, isso nos deixa um pouco perdidos, mas não tira a graça do game. Esse também só achei em inglês e joguei assim mesmo, mas é porque eu entendo um pouco, a sorte é que não tem diálogos então você só vai gastar dicionário com a história.
D o w n l o a d
Stray Cat Crossing
O jogo é sobre uma garota que encontra uma menina perdida chamada Cat e a pergunta onde é sua casa, lá a protagonista explore um mundo surreal cheio de personagens coloridos, enigmas desafiantes e segredos obscuros.

Adorei o gráfico desse jogo, não é dos bonitinhos e perfeitos, porém é uma arte pixelizada que curti bastante, a trilha sonora é um amorzinho e devo admitir que o game tem um ar obscuro, um terror subjetivo, mas vocês sabem que amo uma ambientação tensa. Tem um ar muito "circo no país das maravilhas" porque os personagens são como se fossem aberrações mutantes, fora que tem um personagem pra salvar o jogo, acho muita criatividade quando o save é um personagem, e por sinal muito fofo. O enredo é um tanto confuso e bem complexo, você precisa entender bem a relação entre os personagens e foi uma história que me prendeu muito. Tem horas que você não entende nada, mas pelo menos na minha cabeça, fez sentido na hora do teatro e mais ainda depois. Não sei quantos finais tem porque não há tanto o que pesquisar sobre ele, mas eu peguei um final muito lindjo das laifis. Recomendadíssimo! <3 
D o w n l o a d   n ã o   g r a t u i t o 
Ao Oni
O jogo se foca em um grupo de quatro amigos que tentam investigar uma mansão bem antiga que diziam ser mal assombrada e cheia de aberrações.

Achei os puzzles bem difíceis, embora tenha alguns fáceis, mas esta é praticamente toda a graça do game, pois a história não é das melhores, se é que tem uma história né, passei o jogo todo tentando achar uma lógica no demônio lá, estava esperando que fosse dizer a história dele, como ele mata, porque ele mata e essas coisas, mas no final... Nada... Sem falar que não me deu nada de tensão, pelo contrário, sempre quando o monstro aparecia, era deveras cômico, ele não te assusta, apenas é irritante ter que fugir dele. Falando em perseguições, tem muitas nesse jogo, às vezes você mal escapa de um, já vem um outro em seguida, é realmente muito irritante e a música não ajuda, lembro de ter ficado com uma leve dor de cabeça quando jogava isso. 
D o w n l o a d
Nira Oni
O jogo foi feito por um fã de Ao Oni e apresenta as quatro personagens originais de Ao Oni, juntamente com duas novas meninas. Como o original, Nira Oni apresenta perseguições aleatórios, quebra-cabeças, exploração através dos andares de um hospital abandonado, um enredo ramificação e múltiplos finais.

Esse eu joguei ano passado por causa de um vídeo do Alan no canal ElectronicDesireGE, eu não tinha esboçado interesse no jogo até então porque achei o Ao Oni ruim, mas ao ver a primeira parte do vídeo dele, fui baixar pra jogar e até gostei. Muito melhor que o Ao Oni, a arte muito mais agradável, mais "animezinho" e um enredo melhor, a gente entende melhor as relações entre os personagens e as perseguições não são tão irritantes, mas infelizmente não deixou de ser tosco. Há uma reviravolta no final que eu gostei bastante, não sei também quantos finais isso tem, só fiz um, mas que gostei bastante. Não é nada muito elaborado, mas é um bom jogo, também não é longo, na verdade é bem curtinho e com bons puzzles.
D o w n l o a d
The Crooked Man
David é um homem com muitos problemas ocultos e se mudou para um apartamento pobre depois que sua mãe foi internada no hospital. Seus amigos o ajudaram a se mudar e em menos de um dia em sua nova casa, David começa a presenciar barulhos, choros e mensagens esquisitas. David quer descobrir o porque dessas mensagens estranhas e assim descobrir mais sobre si mesmo.

Esse jogo, de todos aqui, foi o que achei mais assustador, não sei se é por causa das imagens prontas ou se aquele pescoço torto me dá nos nervos. É um jogo que o forte é o enredo, que por sinal é bem triste e um tanto complexa, você vai entendendo aos poucos sobre o protagonista. Outro ponto forte é que não há apenas um cenário e sim vários, bem diferente dos outros jogos que já postei aqui, dá pra explorar muitos lugares. A trilha sonora é sensacional, não tão boa quanto Stray Cat Crossing, entretanto muito boa. As perseguições não se resumem a fugir, você precisa pensar em algo pra conseguir atrasar o homem, isso também deu um diferencial no jogo. O começo é um pouco fraquinho, mas melhora ao passar do tempo, o protagonista até conhece umas pessoas que ele deve ajudar. Só uma observação: Aquela faculdade de direito é a escola de Misao, sério... Sem comentários...
D o w n l o a d
Terminei essa bagaça! Nossa, vocês não sabem o quanto que isso demora pra fazer, sem falar que alguns jogos aqui eu só anotei o nome na hora que joguei e não lembro bem deles, tive que pesquisar o enredo de novo, editar umas imagens, pesquisar downloads e baixá-los pra me certificar que não há problemas. Então please, deem um feedback aí, ajudaria muito. Fora isso, só quero dizer que amo vocês e nunca vou deixar esse blog delícia <3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vai comentar? Leia as regrinhas:

~ Pode abusar dos palavrões o quanto quiserem, mas ofensas serão excluídas. Caso queiram criticar, críticas construtivas por favor;
~ "Seguindo, segue de volta?" Sim, mas fale um pouco do post também;
~ Pedidos? Fiquem a vontade;
~ Lemos a todos os comentários e sempre os respondemos;
~ No fim do comentário deixe o link de seu blog, se gostarmos, seguimos com prazer .

Pode comentar agora!