Vantery: Capítulo 1 pt. I

08/04/2014 || || ||
Oi lá minna, como vão? Estou ótima -obrigada por não perguntarem- O Kawaii Thigs voltou! A Gaby do GQCA voltou! Dois blogs que curto voltaram! Está dando tudo certo para mim atualmente e espero que eu continue nessa maré de sorte! -sério, achei 5 reais na rua hoje e coloquei no meu cofrinho Otaku- Sabem que dia é hoje? Terça-feira, e sabe o que decidi? Toda terça vai ter esta fanfic que estou criando, eu fiz cinco capítulos dela já, eu postei o prólogo semana passada -na terça também-. Ok, vamos lá 


ᆤᆤᆤᆤ– Vocês sabem o porquê de estarem aqui? – Ibuki grita aos alunos.

ᆤᆤᆤᆤLen, um garoto estranhamente inteligente, ergueu a mão com paciência, Leon acenou permitindo a pergunta.

ᆤᆤᆤᆤ– Para morrermos. – afirmou Len.

ᆤᆤᆤᆤTodos estavam aterrorizados com exceção dos três professores que ali estavam. Mas não tinham medo por causa do comentário de Len, e sim pelo que acabaram de presenciar: A floresta era maravilhosa, verde, cheia de folhas e flores, uma típica floresta equatorial. Mas agora a tal floresta era predominantemente branca, sem folhas, árvores secas, a exuberância se fora dando lugar apenas para os galhos tortuosos e a areia. 

ᆤᆤᆤᆤ– Quem dera... – Ibuki falou por fim.
ᆤᆤᆤᆤ– Relaxem pessoal! – Akira tranquilizou – isso é só o primeiro teste de vocês, aqui vocês vão se despedir das atividades fáceis. Isso não é bom? Serão alguém na vida! Lutarão por Vantery como nós faremos também! As instruções são simples...

ᆤᆤᆤᆤAkira pegou o papel da mão de Ibuki, olhou e entregou para Leon. O mesmo ficou olhando o que estava escrito e percebeu que teria que ler, então como estava com preguiça, entregou de novo para Akira. Sem jeito, o moreno pensou em uma forma de dizer as regras sem assustar ninguém, já que Ibuki não poderia ler, ela falaria o desafio mais complicado do que é realmente.

ᆤᆤᆤᆤ– Bom... Os líderes já foram avisados de quem será sua equipe, o que resta é acha-la em meio a mata. Descubram como funciona a floresta, assim fica mais fácil de... Encará-la.
ᆤᆤᆤᆤ– Sobreviver. – Leon “traduziu” o que Akira tentou amenizar.
ᆤᆤᆤᆤ– A floresta é a nossa principal fronteira com Kirchun, e adivinhem quem vai fazer este mesmo teste, neste mesmo momento? Pois é. Má sorte para vocês, agora podem ir. – Ibuki completou e não perdeu a chance de colocar medo nos alunos

ᆤᆤᆤᆤLeon mostrou algo escrito na mão para o Akira. Quando decifrou a caligrafia dele, o moreno lembrou-se de algo que precisava falar:

ᆤᆤᆤᆤ– Ah! São três pessoas por equipe. É proibido matar... Acho que por hoje é só, meus anjos!

ᆤᆤᆤᆤOs alunos entraram pelas grades que agora estavam abertas e quando todos se distanciaram, Akira desmanchou o sorriso do rosto e falou em um tom ameaçador:

ᆤᆤᆤᆤ– Leon, eu vou te matar.
ᆤᆤᆤᆤ– Não li, não quis. – Leon respondeu sem conjunções e com poucas palavras.
ᆤᆤᆤᆤ– Quem vai entrar lá de nós três? – Ibuki indagou.
ᆤᆤᆤᆤ– Não quero entrar lá, tive tanto medo quando fiz o teste, não queria que eles sentissem tanto medo assim, acho que a floresta em si já é um teste difícil. – Explicou Akira preocupado.
ᆤᆤᆤᆤ– Naquela época você costumava ser mais durão.
ᆤᆤᆤᆤ– Naquela época você costumava ser doce e Leon costumava ter mais energia.
ᆤᆤᆤᆤ– Ibuki, você vai. – Leon comentou sem interesse, saiu de cena. Era comum vê-lo evitar confusões. 

ᆤᆤᆤᆤKohaku estava tranquilo, já havia participado do teste antes. O empecilho era achar Hina e Yumi. Ele odiava ter que procurá-las, andando ele acabou ouvindo por acaso a voz de Hina:

ᆤᆤᆤᆤ– O Akira ficou tão fofo corando daquele jeito! 

ᆤᆤᆤᆤA voz estava alta, sinal que elas estavam próximas, mas preferiu hesitar para ter certeza que Yumi também estava lá. 

ᆤᆤᆤᆤ– Ain!! Porque o Akira é sempre tão lindo assim? – Yumi gritou como uma louca, revelando gostar do professor.
ᆤᆤᆤᆤ– Vocês e seus fetiches inúteis pelo Akira. – pronunciou Kohaku friamente.

ᆤᆤᆤᆤAs duas deram um passo para traz em sincronia. Elas esperavam pelo pior, amedrontadas.

ᆤᆤᆤᆤ– Sou líder de vocês. Vamos ao fim da floresta – disse Kohaku de novo, ignorando a reação de medo das duas irmãs. 
ᆤᆤᆤᆤ– É mais inteligente ficarmos aqui ou poderemos encontrar alguém de Kirchun – Yumi contestou com sabedoria.
ᆤᆤᆤᆤ– Terceira vez que participo disso. Até o fim da floresta – Não levantou a voz, mas era perceptível que não gostava de ser contrariado.

~~~~~~~~~~~~

ᆤᆤᆤᆤEm outro lado dali estava Shiho e suas típicas roupas longas, sentado em um dos galhos de árvore secos. Sentiu um cheiro diferente, tentou ver algo, mas a visão era péssima. Decidiu ouvir, passos leves, calmos, exploradores, um coração acelerado. O cheiro de sangue fresco e pelo som, escorrendo pelo braço de uma pequena garota. O aroma ficando cada vez mais forte e os sons cada vez mais altos, ouviu uma gota cair no solo seco. Shiho pegou a gaze de seu bolso e fez uma manobra no galho que o fez ficar de ponta-cabeça, sempre tomando cuidado para o sol não fazer contato com sua pele pálida, pôs a gaze na frente do corpo e falou:

ᆤᆤᆤᆤ– Por favor, cuide de seu ferimento... 

ᆤᆤᆤᆤWoldy corou assustada, nunca esteve com o rosto tão perto do rosto de Shiho, olhou para o braço sangrando. Viu ele com a boca entreaberta tentando pegar umidade no ar, reação típica de quem tem sede, ela decidiu aproveitar-se da situação: Deslizou a mão pelo braço e passou no lábio inferior do vampiro. Shiho foi à loucura, de imediato passou a língua onde tinha sangue, mas ele não se contentava com tão pouco, abriu um pouco mais a boca e ela puxou o braço com força, escapando das possíveis presas dele. 

ᆤᆤᆤᆤ– Você é malvada Woldy, você me provocou – Shiho abriu um sorriso maligno.
ᆤᆤᆤᆤ– Como sabe que sou eu? Não é cego? – indagou ela, com dúvida.
ᆤᆤᆤᆤ– Apenas não vejo bem de manhã – corrigiu ele, não gostando do termo usado pela menina ᆤᆤᆤᆤ– Shyna já pode sair! Já achei a Woldy!

ᆤᆤᆤᆤShyna surgiu entre os troncos secos, ela era agressiva na maioria do tempo, era forte, decidida e realista, Shiho referia-se a ela como “morte”. Sua aparência não é “confiável”, não se pode identificar sua família só visando o aspecto exterior, cabelo loiro oxigenado, liso, longo. Olhos de um tom azul claro, muito claro, sobrancelha arqueada. O visual punk fazia uma certa combinação com as suas duas espadas.
ᆤᆤᆤᆤWoldy é como o oposto de Shyna. Sua família fundou o distrito de Vantery, sua tia é diretora geral do preparatório. Mas ela é curiosa, sonhadora e avoada demais para as responsabilidades que tem. Talvez colocá-la com Shyna e Shiho mude um pouco sua personalidade. É mais velha do que aparenta, é baixinha e magra, o cabelo curto é pintado de branco e os olhos redondos são azuis. Ela percebeu que Shiho estava preocupado com o sol e não hesitou em tirar o anel que ganhara do seu pai antes dele morrer. Ela explicou para Shiho que o anel nos protegia daquilo que mais tememos. 
ᆤᆤᆤᆤShiho pegou o anel e disse com desdém:

ᆤᆤᆤᆤ– Mentira, não pode existir algo desse tipo... Quem tem medo do sol?
ᆤᆤᆤᆤ– Você se acusou Shiho – acrescentou Shyna usando o mesmo tom do vampiro 

ᆤᆤᆤᆤEle apenas sorriu serenamente por dentro, por fora ele estava forçando uma expressão de raiva. Agradeceria toda a preocupação se não fosse tão orgulhoso.

-----------------------------------------------------------------------------------
Eu até faria o capítulo mais extenso, já estava dando três folhas no Word, achei melhor parar. O que acham? Querem mais longos ou mais curtos? Aqui coloquei mais ou menos alguns personagens e como vai funcionar esta etapa, creio que nessa floresta vou fazer três capítulos. Foquei este final no Shiho porque imaginamos -eu e a Hina- ele como sendo um personagem confuso... Bom, esta foi uma amostra grátis da bipolaridade dele. Pra quem não leu o prólogo, é importante ler -ou não-, é só ir no marcador "Vantery" ou ir no mapa de postagens mesmo. Meu Deus! Já tem seis linhas nessa joça! É melhor eu parar, bati meu recorde de notas finais -que era de cinco linhas-. Até mais meus negos! -Aoi seduzente- 

2 comentários:

  1. Konnichiwa Hari-chan Feliz aqui pelos blogs que voltaram, mas imagino eu que o Kawaii Things havia fechado apenas para a dona arrumar o ask... Isso que é sorte! Eu não acho nem cinco centavos.

    Bom, agora deixa eu dar meus comentários para essa fanfic! Se prepare, pois aqui é difícil agradar - mentira -. Bem, eu gostei de como ela foi indo, começou meio que já na ação, e foi indo seguindo um rumo que gostei, os personagens foram super bem descritos e já estou aqui com uma mega shippagem nas mãos - Woldy e Shiho -! Enfim, estarei vendo o prólogo, pois não o vi, deve foi no tempinho que fiquei fora... Ah, mais uma coisa - lembrei agora do Tio do Jackie-chan *risos* -, não sei se vai acreditar mas o seme da história que eu criei se chama Akira... Sua ladra, vou morder você! Tô brincando... Mas isso é coincidência... Coisa louca viu. Enfim, acho que é só. Bai, bai!

    Otaku ★ Fudanshi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk Fiquei tão feliz, no fim do mês vou contar quanto tem no meu cofre e comprar algum item otaku -Yaoi ou Piecetard-
      WOW! Que bom que gostou, achei mesmo que seria difícil agradar você, gosto de descrever muito mais do que você viu, é que tive que me controlar -qq
      Também Shippo esses dois, mas o casal que shippo mesmo não apareceu ainda -Muahahaha Kin e Ushio nas veias-
      Li uma fanfic no Dimensão Otomes e Otakus, ela se chama Scarlet Project, por coincidência lá também tem um Akira -qq
      Pode morder, eu deixo -só que não, vai que dói?-

      Excluir

Vai comentar? Leia as regrinhas:

~ Pode abusar dos palavrões o quanto quiserem, mas ofensas serão excluídas. Caso queiram criticar, críticas construtivas por favor;
~ "Seguindo, segue de volta?" Sim, mas fale um pouco do post também;
~ Pedidos? Fiquem a vontade;
~ Lemos a todos os comentários e sempre os respondemos;
~ No fim do comentário deixe o link de seu blog, se gostarmos, seguimos com prazer .

Pode comentar agora!