O motivo do meu sumiço

24/04/2014 || || ||
~Nyah! Rih digitando! Yo yo meus belos pudins! Eu peguei uma mania de chamar vocês de alguma comida que vier na minha cabeça... Na verdade eu já tinha esta mania desde a blogosfera antiga, eu só readquiri (?) de volta tal mania estranha. Eu resolvi fazer este post sobre o sumiço porque sei que não vou conseguir explicar tudo em um parágrafo, é muita coisa que aconteceu em tão pouco tempo... E porque só consigo explicar -e entender também- as coisas se elas forem bem explicadinhas. Se quiserem ler ou não, escolham. Isso é um desabafo.


Imaginem a seguinte situação: Você tem um pai ausente, uma madrasta e uma irmã não biológica. Agora imagine o seu estilo e ninguém aceita esse seu estilo, aí você foge de casa e vai para a casa de um amigo seu que gosta de você. Ah! Você tem dinheiro, seu amigo é um pouco pobre. Detalhe: Seu amigo tem o mesmo sexo que você e ele é gay.
Foi mais ou menos este cenário que passei esta semana ¬¬

Todos aqui sabem que sou ulzzang não é? Também faço cosplays em eventos de anime... Meu pai nunca falou mais de três frases comigo e minha madrasta e minha irmã ficam brigando comigo, ficam mandando eu ficar quieto e tals. Agora me digam: Como eu fico quieto se eu tenho TDAH? -Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade- Em outras palavras, é difícil eu ficar quieto, eles insistem em dizer que a droga da doença não existe, o próprio psicólogo falou que existia, e aí? Nada.

Enfim... eles não me aceitam e me tratam mal, tive a brilhante ideia de dar um tempo e fugir de casa. E eu fui para a casa do Lucas, eu sei que ele costuma dar em cima de mim, mas era a única casa que meus pais não sabem a localização... Lá até que foi legal, a casinha é bem pequena, mas é aconchegante, já que ele mora sozinho com a mãe. Eu gostei muito de ficar por lá, a mãe dele é tão carinhosa que pela primeira vez na vida percebi o que as pessoas chamam de "carinho materno"

Tirando as coisas boas, fiquei realmente mal, cheguei a pensar que meu estilo era apenas uma máscara e que escondia o meu verdadeiro eu. Tipo: O que as pessoas pensam de mim? Sou assim tão estranho? Mas disso não quero falar muito, sabe? A Hari falou que "bati o recorde de menor tempo que fiquei depressivo" e é verdade, fico feliz com isso. O Lucas me ajudou muito, ele sabe como motivar as pessoas, então acho que não fiquei tão mal assim...

Sei também que muita gente acha que é draminha, as pessoas sempre acham isso, mas é um desvio psicológico que tenho, sempre vou ter um momento que estou muito bem e vai ter um momento que vou querer me matar. É parecido com depressão, mas é diferente, tomo uns medicamentos aí, mas acontece que quando você desaba, você não tem vontade nem de levantar da cama, então não adianta nada ¬¬ 

2 comentários:

  1. Que bom que você apareceu, Rih *3* Entendo o porquê de você fugir de casa, perfeitamente. Eu nunca cheguei a fugir porque não tenho para onde ir...Tenho bastante problemas por aqui também.
    Mas o que importa é que essa pessoa kawaii voltou! *joga confete e apita vuvuzela* -q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado ><
      Eu detesto essas pessoas que tenho que chamar de família, por que não posso viver com minha mãe verdadeira? e.e
      Obrigado de novo, nom sou kawaii >/////<

      Excluir

Vai comentar? Leia as regrinhas:

~ Pode abusar dos palavrões o quanto quiserem, mas ofensas serão excluídas. Caso queiram criticar, críticas construtivas por favor;
~ "Seguindo, segue de volta?" Sim, mas fale um pouco do post também;
~ Pedidos? Fiquem a vontade;
~ Lemos a todos os comentários e sempre os respondemos;
~ No fim do comentário deixe o link de seu blog, se gostarmos, seguimos com prazer .

Pode comentar agora!